Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Democratas querem revisar missão dos EUA no Iraque

Um grupo de senadores democratas tem a intenção de apresentar uma resolução que reconsidera a autorização dada pelo Congresso dos Estados Unidos ao presidente George W. Bush para lançar a intervenção militar no Iraque, disseram nesta quinta-feira (hora local) fontes legislativas.A resolução poderia dar início ao retorno das tropas americanas, acrescentaram as fontes. Este mês, os republicanos impediram a aprovação de uma resolução não vinculativa com esse objetivo.A proposta é dos senadores Carl Levin, presidente do Comitê de Serviços Armados, e Joseph Biden, presidente do Comitê de Relações Exteriores. Ela pode ser apresentada na próxima semana aos demais senadores democratas.A proposta limitaria a ação militar americano à luta contra o grupo terrorista Al Qaeda, ao treinamento das Forças de Segurança iraquianas, à manutenção da integridade territorial do Iraque e incluiria a retirada gradual das tropas americanas, disseram as fontes.Seria um esforço para forçar uma mudança na estratégia de Bush para o Iraque e o fim da participação americana na guerra.O Congresso autorizou a intervenção dos EUA no Iraque em 2002, depois de o governo Bush denunciar que o regime de Saddam Hussein desenvolvia armas de destruição em massa e promovia o terrorismo.As armas nunca foram achadas. Mas o governo Bush afirmou que as tropas americanas, hoje cerca de 135 mil, permaneceriam no país para ajudar na sua democratização.Caso aprovada no Senado, a proposta teria que passar também pela Câmara de Representantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.