Democratas sofrem outra derrota

O Senado dos Estados Unidos rejeitou ontem uma proposta da oposição que, caso aprovada, traria a maioria dos soldados americanos que estão no Iraque de volta para casa em um prazo de nove meses. O resultado, 47 votos a favor e 47 contra, mostrou que os democratas nem chegaram perto da aprovação da medida - eram necessários 60 votos. Foi a terceira votação de propostas para retirada de tropas americanas do Iraque que os democratas perderam em três dias. Na quarta-feira, os senadores rejeitaram (por 70 a 28) uma proposta democrata para cortar verba para a guerra. No dia seguinte, o Senado rejeitou (por 56 a 44) um projeto para prolongar o descanso dos soldados nos EUA antes que sejam reenviados ao Iraque. As seguidas derrotas da oposição democrata mostraram que os depoimentos do comandante das tropas dos EUA no Iraque, general David Petraeus, ao Congresso na semana passada conseguiram estancar as deserções de congressistas republicanos. A maioria da base governista continua incomodada com a violência no Iraque e com a impopularidade da guerra, mas agora muitos republicanos acham que é preciso mais um ano de sacrifício para que a situação no Iraque seja estabilizada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.