REUTERS/Jim Bourg
REUTERS/Jim Bourg

Democratas tentam barrar juiz indicado por Trump à Suprema Corte 

Senadores da oposição divulgam e-mails confidenciais enviados por Kavanaugh em 2003 quando servia à Casa Branca de Bush

O Estado de S.Paulo

06 Setembro 2018 | 21h33

Senadores democratas, que prometem lutar para bloquear a nomeação de Brett Kavanaugh, indicado à Suprema Corte pelo presidente Donald Trump, divulgaram nesta quinta-feira, 6, e-mails confidenciais enviados por ele em 2003. As mensagens são da época em que Kavanaugh serviu na Casa Branca do presidente George W. Bush. 

Em um desses e-mails, ele diz que a Suprema Corte deveria reverter o veredicto no caso ‘Roe v. Wade’, que considerou o aborto um direito constitucional. Ele rejeitou dizer se o veredicto histórico, de 1973, foi decidido corretamente, mas indicou que é uma decisão que pode ser revertida pela Suprema Corte. 

O objetivo dos democratas é afetar a imagem do juiz e conseguir apoio de pelo menos dois senadores republicanos moderados para rejeitar sua nomeação. Amanhã, Kavanaugh volta a ser sabatinado no Senado. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.