Depoimento: cenas em hospital da Índia são ´horríveis´

O estudante de medicina Sunny Jain descreveu as cenas de caos que tomaram conta do hospital King Edward, em Mumbai, na Índia, após as vítimas dos atentados a trens nesta terça-feira terem sido levadas para lá. Abaixo, o relato dele à BBC."As cenas são realmente horríveis aqui. Os andares estão cobertos de manchas de sangue. Muitas pessoas chegaram ao hospital com ferimentos. Havia tantos que eu perdi a conta. A maior parte sofreu queimaduras. Mas vi um homem que estava gravemente ferido e sangrando. Foi preciso amputar o braço dele.Não há ambulâncias suficientes e muitas pessoas estão vindo por conta própria para o hospital, de táxi ou a pé. Nós não temos a infra-estrutura que o mundo ocidental possui. Precisamos de mais medicamentos e veículos para transportar os feridos.A maior parte dos feridos vem da estação de Matunga, já que somos o hospital mais próximo. Sou estudante de medicina, portanto faço o trabalho mais básico. Muitas pessoas precisam de atendimento simples, de primeiros socorros.Os mortos tiveram de ser deixados no local do incidente. Essas vítimas não virão para o hospital agora. A prioridade é tratar os feridos.A situação piorou porque está chovendo muito. Há muita raiva e confusão entre as pessoas que tratei. Muitas pessoas estão em choque. Elas estão muito preocupadas com a situação e não sabem o que vai acontecer agora. Elas não sabem como chegar em casa.Está muito movimentado aqui e eu preciso voltar para ajudar com os feridos. Os trens locais são a vida de Mumbai. A cidade foi atingida duramente."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.