Depois de Chávez, Evo Morales faz visita ao Irã

O presidente da Bolívia, Evo Morales, desembarcou em Teerã para uma visita de três dias, durante a qual vai negociar contratos nos setores de energia, indústria e comércio. Segundo a Press TV, emissora iraniana em inglês, a viagem do boliviano tem como objetivo assegurar investimentos iranianos no país sul-americano. A visita de Morales ocorre menos de uma semana após uma visita de dois dias feita por Hugo Chávez, presidente da Venezuela, que assim como o governo boliviano, tem estreitado os laços com Teerã.

AE-AP, Agência Estado

25 de outubro de 2010 | 15h12

A agenda previa um encontro hoje entre Morales e o presidente Mahmud Ahmadinejad. Esta é a segunda viagem do boliviano à capital do Irã. A primeira aconteceu em setembro de 2008. A Bolívia e o Irã estabeleceram relações em 8 de setembro de 2007, quando Ahmadinejad fez uma viagem a La Paz para firmar acordos comerciais e de energia.

Durante a vista à Bolívia em agosto, o ministro de Indústria e Minas do Irã, Alí Akbar Mehrabian, manifestou o interesse de seu país na área de mineração boliviana, o que poderia incluir a busca por jazidas de urânio, de acordo com o que declarou a então ministra de Planejamento e Desenvolvimento, Viviana Caro.

A Bolívia tem um alto potencial no setor de mineração, mas o país não tem de estudos sobre possíveis jazidas de urânio. O Irã também manifestou seu interesse em participar de estudos sobre reservas de lítio, elemento do qual a Bolívia detém metade das reservas mundiais.

Os dois governos devem discutir os detalhes de um projeto de US$ 287 milhões em investimentos iranianos nos setores minerador e têxtil bolivianos, informou a Presse TV. Morales e Ahmadinejad também devem assinar acordos nos setores de tecnologia, cimento, máquinas industriais e alimentos. Com informações da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.