Depois de doar fortuna, milionário doa rim

Um investidor imobiliário que doou quase metade de sua fortuna doou hoje um dos rins para uma pessoa desconhecida, dizendo que era ?a coisa ética a fazer?. Zell Kravinsky, de 48 anos, passou pela cirurgia no Albert Einstein Medical Center, hospital que escolheu a receptora do órgão. Kravinsky apenas exigiu que a pessoa beneficiada fosse negra e pobre. Kravinsky é branco. Uma porta-voz do hospital disse que doador e receptora passavam bem após as operações. Dos milhares de rins doados por pessoas vivas nos EUA a cada ano, poucos são doados a estranhos, segundo a Rede Unida para Partilha de Órgãos, um grupo americano. Desde que a entidade passou a fazer estatísticas, em 1988, apenas 133 das mais de 46 mil doações foram feitas para pessoas desconhecidas pelo doador. Kravinsky começou a investir em imóveis há 12 anos, e diz que terminou com ?US$ 15 milhões queimando no bolso?. Ano passado, ele e mulher, Emily, deram US$ 6,2 milhões para a Fundação CDC, que apóia o trabalho da agência governamental Centros para Controle e Prevenção de Doenças. O milionário disse que a mulher ameaçou o divórcio se ele insistisse na doação do órgão. ?Não quero que ela me abandone, mas tenho que fazer isso?, afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.