Depois de fechar rádio, Micheletti suspende canal de TV

O governo de facto de Honduras, que já havia fechado hoje a Globo de Tegucigalpa, uma rádio oposicionista, também interrompeu as transmissões do canal 36 de televisão. Segundo o porta-voz do governo de facto, Rene Zepeda, as duas emissoras foram suspensas sob o decreto de emergência, anunciado ontem à noite.

AE-AP, Agencia Estado

28 de setembro de 2009 | 12h25

O governo suspendeu por 45 dias os direitos civis, restringindo a liberdade de circulação, de expressão e da imprensa, assim como proibindo reuniões públicas. A ação tem o objetivo de evitar um levante de partidários de Zelaya. O decreto também permite às autoridades fechar empresas de comunicação que "ataquem a paz a ordem pública".

Tudo o que sabemos sobre:
HondurascriseTVrádio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.