Depois de mais de 100 mortes, Ivan perde força

A tempestade que restou do furacão Ivan segue pelo sul dos Estados Unidos, destruindo casas, alagando ruas e deixando centenas de milhares de pessoas sem energia elétrica entre o Golfo do México a os Estados de Carolina do Norte e do Sul. O Ivan é o furacão mais letal a chegar aos EUA desde o Floyd, em 1999. No total, o Ivan deixou 70 mortos no Caribe e pelo menos 33 nos Estados Unidos.Enquanto Ivan avança pelo continente, a tempestade Jeanne avança pelo Atlântico e pode chegar à Flórida, com chances de se tornar o quarto furacão a chegar ao Estado desde o Charley, que atingiu a costa em meados de agosto. "As pessoas estão fartas disso", disse Dennis Mace, que como auxiliar de construção é uma das poucas pessoas a lucrar com a seqüência de ataques climáticos à Flórida. Em busca de trabalho no rastro de destruição de Ivan, Mace encontrou uma placa com os dizeres: "1 Charley, 2 Frances, 3 Ivan, 4 Sale", onde "4 Sale" soa como "for sale", ou "à venda".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.