Reprodução/SITE Intelligence Group
Reprodução/SITE Intelligence Group

Depois de Messi e Neymar, Cristiano Ronaldo também é ameaçado por grupo ligado ao EI

Imagem publicada em redes sociais e aplicativos de mensagens mostram um terrorista com uma faca atrás do craque português de 32 anos, que aparece ajoelhado sobre pilha de ossos e com um olho roxo

O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2017 | 11h02

WASHINGTON - Depois de publicar pôsteres na internet ameaçando os jogadores Lionel Messi, do Barcelona, e Neymar, do PSG, um veículo de propaganda jihadista ligado ao Estado Islâmico (EI) divulgou uma nova imagem ameaçando desta vez Cristiano Ronaldo, do Real Madrid.

Lourival Sant'Anna: A derrota do EI

O cartaz mostra um terrorista com uma faca atrás do jogador, que está ajoelhado sobre uma pilha de ossos - em um cenário que lembra um cemitério clandestino - e tem um olho roxo. Além disso, o símbolo da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, aparece quebrado na parte superior da imagem.

Na semana passada, o português de 32 anos ganhou pela quinta vez o troféu de melhor jogador do mundo em premiação organizada pela Fifa. A imagem o ameaçando foi obtida pela ONG SITE Intelligence Group, que reúne notícias de terrorismo em todo o mundo.

A peça jihadista também apresenta o seguinte texto: "Nossa palavras são o que você vê, NÃO o que você ouve. Então, apenas espere. Nós estamos esperando também...", sugerindo que, apesar das derrotas no front militar na Síria e no Iraque, o EI continua planejando ativamente ataques contra símbolos ocidentais.

Ainda de acordo com o SITE, em canais de comunicação no aplicativo de mensagem Telegram o grupo ligado ao EI também divulgou imagens sugerindo que pode realizar ataques com veículos do lado de fora das arenas da Copa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.