Reprodução/SITE Intelligence Group
Reprodução/SITE Intelligence Group

Depois de Messi e Neymar, Cristiano Ronaldo também é ameaçado por grupo ligado ao EI

Imagem publicada em redes sociais e aplicativos de mensagens mostram um terrorista com uma faca atrás do craque português de 32 anos, que aparece ajoelhado sobre pilha de ossos e com um olho roxo

O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2017 | 11h02

WASHINGTON - Depois de publicar pôsteres na internet ameaçando os jogadores Lionel Messi, do Barcelona, e Neymar, do PSG, um veículo de propaganda jihadista ligado ao Estado Islâmico (EI) divulgou uma nova imagem ameaçando desta vez Cristiano Ronaldo, do Real Madrid.

Lourival Sant'Anna: A derrota do EI

O cartaz mostra um terrorista com uma faca atrás do jogador, que está ajoelhado sobre uma pilha de ossos - em um cenário que lembra um cemitério clandestino - e tem um olho roxo. Além disso, o símbolo da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, aparece quebrado na parte superior da imagem.

Na semana passada, o português de 32 anos ganhou pela quinta vez o troféu de melhor jogador do mundo em premiação organizada pela Fifa. A imagem o ameaçando foi obtida pela ONG SITE Intelligence Group, que reúne notícias de terrorismo em todo o mundo.

A peça jihadista também apresenta o seguinte texto: "Nossa palavras são o que você vê, NÃO o que você ouve. Então, apenas espere. Nós estamos esperando também...", sugerindo que, apesar das derrotas no front militar na Síria e no Iraque, o EI continua planejando ativamente ataques contra símbolos ocidentais.

Ainda de acordo com o SITE, em canais de comunicação no aplicativo de mensagem Telegram o grupo ligado ao EI também divulgou imagens sugerindo que pode realizar ataques com veículos do lado de fora das arenas da Copa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.