Depois do tsunami, doenças ameaçam milhares, diz OMS

O número de mortes provocadas pelo tsunami na Ásia poderá dobrar com as doenças que se seguirão ao desastre natural, alerta a Organização Mundial da Saúde. "Existe certamente a chance de um número de pessoas igual ao morto pelo tsunami morrer de doenças contagiosas", disse David Nabarro, especialista da OMS, em entrevista coletiva.As mortes causadas pelo terremoto e pelo tsunami que se seguiu já são 44.000, e autoridades dizem que o número deve aumentar ainda mais. Nabarro disse que a ameaça imediata, agora, são as doenças contagiosas, associadas à escassez de água potável e saneamento. "O terror inicial associado aos tsunamis e ao terremoto poderá se apequenar diante do sofrimento das comunidades afetadas", avisou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.