Deputada detida por organizar manifestação feminista

A deputada Ana Theresia Hontiveros-Baraquel, do Partido Akbayan, de oposição, foi detida nesta quarta-feira pela polícia das Filipinas por organizar, sem permissão, uma manifestação por ocasião do Dia Internacional da Mulher, comemorado hoje.A deputada foi detida depois de agentes da segurança terem tentado dispersar os manifestantes que estavam reunidos na cidade de Quezón, nos arredores da capital Manila, segundo a rádio "DZMM".Outra organizadora da manifestação, Diyosa Mata, da Aliança Progressista do Trabalho, também foi detida e, junto com Ana Theresia, foi conduzida para a sede da polícia na cidade de Quezón.Em setembro de 2005, o governo filipino decretou uma medida chamada de "resposta preventiva", que proíbe a organizações convocar manifestações de qualquer tipo no país.A detenção de Ana Theresia ocorre em meio a uma campanha lançada pelo governo contra grupos que supostamente tentaram promover um golpe de Estado contra a presidente Gloria Macapagal Arroyo.A governante filipina decretou estado de emergência nacional em 24 de fevereiro, após anunciar a neutralização da tentativa de golpe, em uma medida amplamente criticada por setores da sociedade. Gloria Arroyo suspendeu o estado de emergência uma semana depois.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.