Deputada dos EUA passa bem após cirurgia, diz hospital

A deputada democrata Gabrielle Giffords, baleada na cabeça por um atirador neste sábado, em Tucson, no estado norte-americano do Arizona, foi operada e responde bem aos comandos dos médicos. Segundo o Centro Médico da Universidade de Tucson, as perspectivas para a recuperação da deputada são "otimistas".

AE, Agência Estado

08 de janeiro de 2011 | 20h10

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que pelo menos cinco pessoas morreram no ataque. O Centro Médico da Universidade de Tucson confirmou apenas as mortes de uma criança de 9 anos, do juiz federal John Roll e de um assessor da deputada.

Giffords estava entre as 10 pessoas baleadas por Jared Loughner, de 22 anos, do lado de fora de um supermercado. O porta-voz de Giffords, C.J. Karamargin, afirmou que um número não especificado de funcionários da deputada tinha sido ferido no ataque.

Segundo a polícia, o atirador, que está sob custódia, usou uma pistola para efetuar os disparos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAatiradordeputada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.