Deputada sunita é seqüestrada em Bagdá

Homens armados seqüestraram uma legisladora sunita em Bagdá neste sábado. Além da deputada também foram capturados seus seguranças, informou o gabinete do porta-voz do Parlamento. Segundo funcionários do gabinete, a engenheira Tayseer Mashhadani, foi levada no bairro predominantemente xiita de Shaab. O porta-voz Mahmoud al-Mashhadani descreveu o seqüestro como uma "violação da vontade do povo iraquiano". Ele pediu que os captores libertem a deputada imediatamente e clamou às autoridades para que abram uma investigação sobre o caso. Al-Mashhadani disse ainda que o governo deve negociar sua libertação, afirmando que as forças de segurança são responsáveis pela integridade da legisladora. Um legislador sunita disse que Mashhadani estava retornando da província de Diyala em um comboio de três carros que foi parado por homens fortemente armados usando pelo menos sete veículos. A deputada foi à Bagdá para participar de uma reunião parlamentar no domingo.O partido de Mashhadani faz parte da Frente de Concordância Iraquiana, um bloco sunita que detém 44 cadeiras, entre as 274, do Parlamento.O Partido Islâmico do Iraque, o maior grupo político sunita, condenou o seqüestro e disse por meio de um comunicado que culpa os ministérios da Defesa e do Interior pelo aumento da violência na capital. O comunicado alega que Mashhadani e sete, de seus oito seguranças foram levados por cerca de 30 homens vestidos como civis. Um dos seguranças conseguiu escapar. Segundo o documento, alguns dos captores portavam pistolas utilizadas pelas autoridades, em uma aparente referência às milícias xiitas que trabalham sob autoridade do Ministério do Interior.O vice-secretário-geral do partido, Ayad al-Sammaraie, afirmou que os seqüestros e assassinatos têm o "objetivo de complicar ainda mais os esforços de reconciliação nacional atiçando a animosidade entre os iraquianos até um ponto em que eles não conseguirão sentar-se e conversar".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.