Paul Drinkwater/NBC/AP
Paul Drinkwater/NBC/AP

Deputadas planejam vestir preto durante discurso de Trump

Iniciativa faz parte das campanhas #MeToo e #TimesUp, que combatem o assédio no mercado de trabalho e marcaram o Globo de Ouro

O Estado de S.Paulo

10 Janeiro 2018 | 14h22

WASHINGTON - Alguns membros do  Congresso americano pretende protestar contra abuso sexual durante o Discurso sobre o Estado da União do presidente Donald Trump, no fim deste mês. O recurso foi usado no domingo, 7, durante a cerimônia do Globo de Ouro, como parte das campanhas #MeToo e #TimesUp, que combatem o assédio na indústria do cinema. 

+ E se Oprah realmente decidir concorrer à presidência dos EUA

O protesto ganhou tons políticos com o discurso da apresentadora Oprah Winfrey e as especulações que se seguiram sobre uma possível candidatura dela à presidência em 2020

A adoção do preto no discurso de Trump é uma iniciativa de deputadas do Partido Democrata. No ano passado, na esteira das denúncias que começaram com o produtor Harvey Weinstein, políticos republicanos e democratas em Washington também foram acusados de abuso sexual.

“É uma mudança cultural que está envolvendo todo o país e o Congresso irá abraçá-la”, disse à rede de TV CNN a deputada democrata Jackie Speier. Segundo ela, homens e mulheres foram convidados a participar do processo. 

+ Trump garante que venceria Oprah em disputa pela Casa Branca

Durante e depois da campanha, Trump também foi acusado de assédio quando era empresário e apresentador de TV. Ele foi flagrado em uma gravação durante um programa de TV dizendo “quando você é uma celebridade as mulheres deixam você fazer qualquer coisa”. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.