Mary F. Calvert / Reuters
Mary F. Calvert / Reuters

Deputado democrata Elijah Cummings morre aos 68 anos

Congressista de Baltimore, o americano participava da investigação sobre o processo de impeachment do presidente Donald Trump

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de outubro de 2019 | 06h29
Atualizado 17 de outubro de 2019 | 14h28

BALTIMORE, EUA - O deputado democrata Elijah Cummings morreu nesta quinta-feira, 17, aos 68 anos, no Hospital Johns Hopkins, em razão de "complicações relacionadas a problemas de saúde de longa data", informou o gabinete do americano em um comunicado. Congressista de Baltimore, Cummings participava da investigação sobre o processo de impeachment do presidente Donald Trump.

Como presidente do Comitê de Supervisão e Reforma da Câmara de Deputados, Cummings estava no centro da investigação do julgamento político sobre o presidente Trump. 

Para Entender

O processo que pode levar ao impeachment de Trump

É possível que o presidente americano seja deposto? Como ficam as eleições americanas de 2020? Fique por dentro dessas questões com este conteúdo especial

Em julho, o republicano descreveu Baltimore como um "desastre infestado de ratos", onde "nenhum ser humano gostaria de viver", e criticou Cummings, um afro-americano que representava grande parte da cidade de maioria negra no Congresso desde 1996. 

O democrata respondeu que os funcionários do governo deveriam parar de fazer "comentários odiosos e incendiários" que apenas dividem a nação. O deputado também enfrentou Trump por sua política de detenção de imigrantes. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.