Deputado direitista é barrado no aeroporto

Autor do curta-metragem Fitna, em que o Alcorão é descrito como "livro fascista", o deputado holandês de ultradireita Geert Wilder foi barrado ontem no Aeroporto Heathrow, ao tentar entrar na Grã-Bretanha. Londres disse que Wilder "é uma ameaça à harmonia da comunidade (islâmica) e, portanto, à segurança nacional".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.