Deputado quer Nobel da Paz para Bush e Blair

A indicação do presidente americano, George W. Bush, e do primeiro-ministro britânico, Tony Blair, para o prêmio Nobel da Paz foi defendida por um deputado norueguês, que se dispõe a apresentá-la oficialmente. O auto da proposta é Jan Simonsen, eleito pelo Partido do Progresso, mas atualmente "independente". Simonsen explicou à agência norueguesa NTB seus motivos. Afirmou que Bush e Blair "tiveram a coragem" de lançar uma guerra de "libertação" do Iraque, para levar "a democracia" e "o respeito aos direitos humanos" a um país "aterrorizado por um dos piores déspotas do mundo". A proposta se refere ao prêmio para 2004, porque para este ano o prazo para a apresentação das candidaturas se encerrou em fevereiro. A guerra que Bush e Blair lançaram contra o Iraque sem o aval da ONU motivou a mobilização de dezenas de milhões de pacifistas de todo o mundo, no período anterior e durante o conflito.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.