Deputado russo é assassinado em Moscou

O parlamentar russo Vladimir Golovlyov, do Partido Rússia Liberal, foi assassinado a tiros hoje em uma rua da periferia de Moscou, informou a agência de notícias Interfax. De acordo com a agência, um grupo de desconhecidos disparou contra o parlamentar enquanto ele passeava com seu cachorro. Para o deputado e colega de agremiação Sergei Yushenkov, trata-se seguramente de "um caso político". Ele afirmou que Golovlyov já havia sofrido uma tentativa de assassinato, mas que foi salvo por seu cão. Golevlyov era vice-presidente de seu partido, cujo titular é o milionário Boris Berezovsky, que passou a viver no exterior depois de cair em desgraça na política russa. Para a deputada Irina Khakamada, da União de Forças de Direita, partido ao qual pertencia a vítima até o ano passado, o homicídio poderia estar relacionado com a função de Golovlyov como responsável pela privatização na região dos Urais, desde o início dos anos 90.

Agencia Estado,

21 Agosto 2002 | 16h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.