Deputados abandonam partido de premiê

O veterano político Ichiro Ozawa e dezenas de outros parlamentares deixaram ontem o Partido Democrático do Japão, do premiê Yoshihiko Noda, em protesto contra uma proposta de aumento do imposto sobre consumo. Segundo analistas, as deserções podem ajudar o premiê a unificar o apoio do que restou de aliados no PDJ e facilitar um acordo com a oposição para aprovar projetos no Senado. "Noda ficará feliz de ver Ozawa pelas costas", disse Jeffrey Kingston, do Instituto Temple. "Ozawa era uma dor de cabeça para o partido."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.