Édouard Boucart PERIAUX Pictures
Édouard Boucart PERIAUX Pictures

Deputados propõem multa de 90 euros para cantada machista na França

Multas punirão comentários e comportamentos que intimidem ou ofendam a vítima de assédio, segundo projeto de lei

O Estado de S.Paulo

01 Março 2018 | 17h22

PARIS  - Um grupo de parlamentares da França propôs nesta quinta-feira,1, uma multa de ao menos 90 euros para punir cantadas consideradas machistas, como parte do esforço do governo do presidente Emmanuel Macron para combater o sexismo e o abuso sexual. 

+ França planeja multa para cantadas 

A proposta foi aprensentada por cinco deputados à Assembleia Nacional. As multas punirão comentários e comportamentos que intimidem ou ofendam a vítima de assédio. Não está claro ainda, no entanto, como essa multa seria aplicada. 

A secretária de Estado para o direito das mulheres, Marlene Schiappa, propôs no fim do ano passado uma multa para punir cantadas. Ela faz parte do grupo de estudo do governo para combater o assédio sexual e deve apresentar um outro projeto no fim do mês.

Na França, o limite entre sedução e assédio

Uma pesquisa sobre propostas para combater o assédio feita a pedido do governo deve ser apresentada nos próximos dias. / NYT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.