Deputados republicanos pedem ação mais dura contra Cuba

Um grupo de deputados republicanos da Flórida ameaçou retirar o apoio ao presidente republicano George W. Bush nas eleições de 2004 caso ele não adote uma política mais dura contra Cuba. Em uma carta aberta endereçada a Bush, políticos cubano-americanos pedem ao governo que revise a atual política de imigração, condene o presidente cubano Fidel Castro pela derrubada de duas aeronaves por caças cubanos, assegure que a rede de televisão Martí seja vista pelos cubanos e que aumente a ajuda aos dissidentes em Cuba.Vários membros da comunidade cubano-americana na Flórida criticaram a decisão da Casa Branca de devolver, no mês passado, 12 cubanos que assaltaram uma lancha para chegar à Flórida. Seis dos homens foram libertados depois de regressarem a Cuba, disse um dos repatriados. O governo dos Estados Unidos aceitou devolver os suspeitos depois de receber de Havana a promessa de que os cubanos não seriam executados e que suas sentenças não superariam 10 anos de prisão.Jeb Bush, irmão do presidente e governador da Flórida, criticou a decisão do governo. David Rivera, deputado republicano pelo condado de Miami, que ajudou a redigir a carta, disse que o descontentamento entre os eleitores cubano-americanos é como "uma crise em desenvolvimento". Ele indicou que os deputados da Flórida poderiam negar apoio financeiro e tático a Bush no próximo ano, caso o presidente se negue a atender as exigências.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.