Derrota em eleições locais ameaça premiê do Japão

A pressão para a saída do impopular primeiro-ministro japonês, Taro Aso, deve ser intensificada após projeções da mídia mostrarem que o partido no poder perdeu a maioria na Assembleia de Tóquio nas eleições de domingo, as quais são consideradas uma amostra da tendência para as eleições nacionais.

REUTERS

12 de julho de 2009 | 13h09

A TV pública NHK revelou que o Partido Democrático, de oposição, deverá se tornar o maior partido na Assembleia de Tóquio, enquanto o Partido Democrático Liberal (LDP, na sigla em inglês) de Aso e seus aliados havia perdido a maioria no legislativo local.

A vitória do Partido Democrático nas eleições nacionais, marcadas para outubro, acabaria com meio século de quase total liderança do conservador LDP e aumentaria as chances de se resolver um impasse parlamentar enquanto o Japão tenta se recuperar da pior recessão em 60 anos.

(Reportagem de Linda Sieg)

Tudo o que sabemos sobre:
JAPAOELEICOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.