Sergei Grits /AP
Sergei Grits /AP

Derrotado, opositor russo contesta eleição municipal em Moscou

Alexei Navalni foi vencido no primeiro turno por candidato apoiado pelo Kremlin

O Estado de S. Paulo,

09 Setembro 2013 | 10h21

MOSCOU -  O líder da oposição na Rússia, Alexei Navalni,  pediu um recontagem dos votos da eleição para prefeito de Moscou nesta segunda-feira, 9, depois de ter sido derrotado por Sergei Sobyanin, candidato do presidente Vladimir Putin.

 

A Comissão Eleitoral de Moscou informou que ex-chefe do Kremlin, Sergei Sobyanin, conseguiu pouco mais de 51% dos votos, enquanto Navalni somou 27%. "Nós não reconhecemos estas eleições", disse o opositor a repórteres. "Sobyanin não pode se considerar o prefeito de todos os moscovitas, ele não pode se considerar o prefeito eleito por lei a não ser que concorde com nosso pedido e permita uma recontagem dos votos".

O chefe da campanha eleitoral do oposicionista, Leonid Volkov, disse que a violação principal está nos votos feitos nas próprias residências dos eleitores. Segundo ele, nestes casos, houve um numero anormal de votos para Sobyanin.

Caso Sobyanin, tivesse conseguido menos de 50% dos votos, ele teria de enfrentar Navalny em um segundo turno. O líder da oposição ficou conhecido quando liderou campanhas contra o governo do presidente Vladimir Putin. Ele chegou a ser preso e condenado por corrupção há dois meses, mas teve a sentença revertida pela Justiça.  / AP

Mais conteúdo sobre:
RússiaAlexei Navalni

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.