Desabamento de escola mata pelo menos sete no Haiti

Pelo menos sete pessoas morreram hoje quando uma escola desabou em Petionville, perto da capital do Haiti, Porto Príncipe. As equipes de resgate estão realizando buscas no local, e acreditam que várias crianças estejam soterradas, já que a escola, chamada La Promesse, desabou em horário de aula. Algumas crianças feridas foram retiradas pelos socorristas.Matt Marek, chefe dos programas da Cruz Vermelha dos Estados Unidos no Haiti, disse que o número de vítimas fatais no desastre pode ser muito maior. Cerca de 500 estudantes, do jardim da infância ao segundo grau, estudavam na escola, informou a prefeita de Petionville, Marie Claire Rudie Parent. Ela disse não saber quantas tinham aula no momento do desabamento do prédio de dois andares. A escola fica nas colinas nas imediações de Porto Príncipe.Logo após o desabamento, centenas de pessoas, incluindo muitas mães e pais, foram para as imediações. Tropas da paz da Organização das Nações Unidas (ONU) e a polícia haitiana tentavam abrir caminho entre a multidão que cercou as ruínas, para que engenheiros militares do Brasil, Chile e Equador pudessem ajudar no resgate. A prefeita Parent disse desconfiar que uma falha estrutural na construção provocou o desabamento. No entanto, ela disse não acreditar que as recentes chuvas que atingiram o Haiti, durante a passagem de dois furacões, tenham enfraquecido as estruturas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.