Desabamento de pavilhão mata ao menos 20 na Polônia

As equipes de resgate já contam ao menos vinte mortos no acidente que aconteceu na tarde deste sábado na cidade polonesa de Katowice, onde caiu o teto do Centro Internacional de Exposições. Centenas de pessoas ficaram presas sob os escombros e, segundo a chefia da operação de resgate, há várias crianças entre as vítimas fatais. No local era realizada uma exposição internacional de pombos-correio. O escritório de imprensa do governador da província de Katowice disse que entre os feridos no acidente há vários estrangeiros, mas não precisou a nacionalidade. A mesma fonte disse que todos os dados serão fornecidos nas próximas horas, quando for elaborada a lista definitiva de feridos atendidos nos hospitais. Os últimos informes dava conta de cerca de 120 feridos.As equipes que continuam a operação de resgate estimam que debaixo dos escombros ainda há várias dezenas de pessoas presas. A operação de socorro conta com a participação de cerca de 600 bombeiros e policiais, dois destacamentos da polícia militar, várias brigadas do serviço de socorro das minas de carvão da região e grupos especializados na busca de pessoas soterradas em terremotos, com a ajuda de cães treinados. Os bombeiros e policiais estão em contato com algumas das pessoas soterradas graças aos telefones celulares, que ajudam na localização.Segundo especialistas, o teto do pavilhão caiu devido ao peso da neve que o cobria. O grande inimigo da operação de resgate é o frio, já que a temperatura em Katowice atualmente é de 15 graus abaixo de zero e, à medida que a noite avançar, deve continuar caindo. O país vive uma onda de frio que já matou 199 pessoas, oito delas nas últimas 24 horas. Foto: AP Em meio à neve, bombeiros trabalham no resgate

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.