Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Desabamento de prédio deixa 6 mortos no Quênia

Seis pessoas morreram e 14 estão desaparecidas após um prédio de três andares ter desmoronado no subúrbio de Nairóbi, a capital do Quênia, informou o policial Samuel Mukindia. O desastre de ontem ocorreu pouco mais de uma semana de a Associação de Arquitetura do Quênia ter emitido nota dizendo que 65% das construções no país estavam fora dos padrões adequados de segurança.

AE-AP, Agencia Estado

20 de outubro de 2009 | 20h37

Segundo o policial, duas pessoas morreram quando eram atendidas no hospital de Nairóbi. Os corpos de três homens foram retirados do local do desabamento, em Kiamu. Outra vítima, uma mulher, morreu esmagada. A polícia disse que 13 pessoas estão desaparecidas, mas a Cruz Vermelha informou que os desaparecidos são 14.

Richard Chepkwony, integrante do Instituto de Engenheiros do Quênia, disse que a organização recebe relatos quase diários de prédios que desmoronam por causa de problemas de construção. Segundo ele, o desabamento da segunda-feira foi resultado de materiais de má qualidade e da falta de preparo dos pedreiros.

"Se você pegar um bloco de concreto, você pode quebrá-lo usando suas mãos", disse ele. "Mas esse não é o fim da história. Veremos mais incidentes como esse acontecendo se o governo não decretar leis que assegurem padrões de construção sejam seguidos".

Desabamentos de prédios são frequentes na África e geralmente são resultado de funcionários corruptos do setor de planejamento, materiais de má qualidade e mão-de-obra não qualificada.

Tudo o que sabemos sobre:
Quêniadesabamentomortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.