Desabamento de prédio mata ao menos 65 em Nova Délhi

Equipes de resgates e moradores do local ajudam no salvamento das vítimas

Efe,

16 de novembro de 2010 | 03h35

Atualizado às 7h30

 

Moradora diz que cerca de 240 pessoas moravam no edifício.

 

NOVA DÉLHI - Pelo menos 65 pessoas morreram e outras 80 ficaram feridas no desabamento de um prédio de quatro andares em Nova Délhi, informaram nesta terça-feira, 16, fontes oficiais que advertiram sobre a possibilidade de se encontrar mais mortos entre os escombros.

 

O chefe dos bombeiros, R. C. Sharma, afirmou que, até o momento, 30 corpos foram resgatados e alguns dos feridos estão em estado grave e foram internados em hospitais da cidade.

O prédio desabou por volta das 20h15 local de segunda-feira, 15, (12h45 de Brasília), no bairro Lalita Park, no leste de Nova Délhi, informou à agência PTI o conselheiro de saúde da capital indiana.

 

Testemunhas da tragédia disseram ter ouvido gritos de socorro sob os escombros após o desabamento e criticaram a demora da chegada dos serviços de resgate. A chefe do governo de Délhi, Sheila Dikshit, admitiu o atraso, mas justificou citando a dificuldade de acesso dos guindastes ao local.

 

Uma equipe de gestão de desastres formada por 250 pessoas e ainda alguns moradores, vão trabalhar durante toda a noite para retirar os escombros. Uma moradora do edifício explicou que, no imóvel, viviam mais de 240 pessoas, a maioria migrantes de outros estados da Índia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.