AFP
AFP

Desabamento de prédio no Quênia deixa ao menos 10 mortos

Edifício na capital Nairóbi caiu após fortes chuvas; centenas de pessoas ficaram feridas e trabalhos de resgate continuam no local

O Estado de S. Paulo

30 Abril 2016 | 13h17

NAIRÓBI - Equipes de resgate trabalham neste sábado, 30, para salvar moradores dos escombros de um prédio de seis andares em Nairóbi, capital do Quênia, depois que ele desmoronou após uma chuva pesada durante a noite. Pelo menos dez pessoas morreram.

A Cruz Vermelha informou que a tragédia aconteceu no fim da noite de sexta-feira, em um bairro na região nordeste da capital duramente atingido pelas chuvas. O presidente Uhuru Kenyatta visitou o local do desastre na noite de sexta e ordenou a prisão dos proprietários.

Dezenas de sobreviventes fora retirados dos escombros durante a madrugada, mas o trabalho de resgate continua. "Nós ainda estamos ouvindo algumas vozes do prédio desmoronado", afirmou o diretor do Centro Nacional de Operações de Desastre no Quênia coronel Nathan Kigotho a jornalistas no local. "Nós não temos o número exato de pessoas soterradas sob os escombros."

Dez corpos foram recuperados e uma mãe e um bebê podiam ser ouvidos sob os destroços do prédio, disse o ministro do Interior Joseph Ole Nkaissery a repórteres.

O edifício, em um subúrbio pobre de Huruma, ao leste de Nairobi, tinha 198 apartamentos, afirmou Kigotho. Alguns moradores escaparam antes do colapso e pelo menos 133 pessoas foram resgatadas. A polícia afirmou que mais de 120 pessoas foram levadas para o hospital.

Vários prédios desabaram nos últimos anos na capital e outras cidades do país, em pleno boom imobiliário, e q qualidade do material e rapidez das construções são muito questionadas. /AFP e REUTERS

Mais conteúdo sobre:
Nairóbi Quênia desabamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.