Desabamento deixa mortos e feridos na Polônia

Pelo menos quatro pessoas morreram hoje após o desabamento do teto de um centro de exposições na cidade polonesa de Katowice.Pelo menos 80 feridos foram hospitalizados e centenas de pessoas podem estar presas entre os escombros, informaram os bombeiros.O teto caiu devido a uma espessa camada de neve que se acumulou em cima da estrutura.A Polícia e os bombeiros calculam que serão necessárias pelo menos 12 horas para encontrar todas as pessoas atingidas e garantir que ninguém continua sob os escombros.As primeiras versões indicavam que cerca de 500 pessoas podiam ter ficado presas.Participam das operações de resgate 70 brigadas de bombeiros e 250 policiais, além de especialistas no socorro de pessoas soterradas, que contam com o apoio de cães amestrados.No momento em que ocorreu o acidente no edifício - onde se realizava uma exposição internacional de pombos-correio - cerca de mil pessoas poderiam estar no local, segundo testemunhas oculares; e setecentas, segundo a Polícia.Por enquanto, não há informações sobre estrangeiros atingidos pelo acidente, embora se saiba que na exposição havia holandeses, belgas, tchecos e cidadãos de outros países.O primeiro-ministro Kazimierz Marcinkiewicz foi a Katowice, capital da região da Silésia, para acompanhar pessoalmente os trabalhos de resgate.Especialistas em construções em aço, como a estrutura destruída - que tinha cem metros de largura por 50 de comprimento -, asseguram que os componentes do teto, ao caírem, formaram uma espécie de castelo de cartas de baralho, o que pode ter evitado várias mortes.A Polícia mantém contato, com ajuda de telefones celulares, com várias pessoas que ainda não foram retiradas dos escombros, mas cuja vida não corre perigo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.