Desabamento em mina de ouro chinesa deixa 17 desaparecidos

Pelos menos 17 pessoas estão desaparecidas desde que um desabamento de resíduos de ouro processado soterrou suas casas na província de Shaanxi, no noroeste da China, informou hoje a agência de notícias estatal "Xinhua".O acidente aconteceu no domingo, quando um dique que armazenava resíduos auríferos se rompeu, segundo as autoridades municipais. Uma espessa mistura de terra, água e resíduos soterrou os lares de nove famílias. Cinco feridos estão hospitalizados.Mais de 130 pessoas foram evacuadas e as autoridades locais tomaram medidas de emergência para evitar que o conteúdo tóxico dos resíduos contamine o rio que passa pela região, segundo o jornal "Beijing Youth Daily".No momento do acidente, o dique estava sendo submetido a uma ampliação para aumentar sua capacidade de armazenagem. No sábado, 30 pessoas já haviam morrido em Shaanxi, devido à explosão de uma mina de carvão.Com cerca de 8 mil mortos ao ano, as minas chinesas são as mais perigosas do mundo. A corrupção e a falta de medidas de segurança são as principais causas dos acidentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.