Desabamento em mina de ouro mata 7 na Colômbia

Sete mineiros, cinco deles mulheres, foram mortos no desabamento de uma mina de ouro no noroeste da Colômbia, no mais recente episódio de acidentes mortais com trabalhadores. O governo da Colômbia culpa o crescimento das operações ilegais de mineração pelos acidentes.

AE, Agência Estado

14 Setembro 2011 | 16h29

O acidente aconteceu no departamento (estado) de Choco, uma região com lavras de ouro e também uma longa história de ser uma rota importante no tráfico de drogas. Grupos armados de criminosos também possuem uma forte presença na região e o governo afirma que eles também controlam as minas clandestinas na área.

A entidade reguladora da mineração na Colômbia, Ingeominas, disse em comunicado que sete mineiros foram soterrados quando a mina cedeu. Outros três mineiros foram feridos no desastre, informou a Ingeominas.

No começo deste ano o governo colombiano iniciou uma campanha para combater a mineração ilegal do ouro no país e também para garantir a segurança dos trabalhadores em muitas minas pequenas de carvão, que operam com poucas medidas de segurança.

Com o acidente desta quarta-feira, o número de mineiros mortos na Colômbia neste ano subiu para pelo menos 75. Grande parte das mortes aconteceram nas minas de carvão, frequentemente devido a explosões de gás metano. Em 2010, 173 mineiros morreram no trabalho na Colômbia.

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.