Desabamento em mina mata 27 no Afeganistão

O desabamento de uma mina de carvão neste sábado na província de Samangan, no norte do Afeganistão, deixou pelo menos 27 mortos e dezenas de feridos. Cerca de 60 trabalhadores ficaram presos na mina.

Agência Estado

15 de setembro de 2013 | 16h40

O porta-voz do Ministério de Minas e Petróleo, Mohammad Rafi Sediqi, disse que a operação de resgate seria encerrada na tarde de domingo Segundo ele, as autoridades estão investigando se houve alguma sabotagem por parte da guerrilha Taleban, que, de acordo com moradores locais, teria um grupo atuando na região. "Isso não está claro neste momento. Estamos trabalhando nisso", afirmou o porta-voz.

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, se disse desolado com a perda de vidas e pediu que o ministério tome medidas para evitar a repetição de acidentes como esse.

No começo deste ano, o ministro de Minas e Petróleo, Wahidullah Shahrani, disse que a receita obtida com minerais, petróleo e gás poderá representar até 45% do PIB do Afeganistão na próxima década. O país tem depósitos de cobre, ferro e ouro, além de petróleo e gás. Mas mais de 30 anos de guerra quase contínua, a incerteza quanto ao marco legal para a atuação de empresas estrangeiras e sobre o futuro do país têm desencorajado investidores. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Afeganistãoacidentemina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.