Desabamento em teatro no centro de Londres deixa mais de 80 feridos

Teto ruiu sobre 720 espectadores durante exibição de musical; segundo autoridades, não há mortos

Reuters

19 de dezembro de 2013 | 21h02

LONDRES - Mais de 80 espectadores de um musical no West End, região turística do centro de Londres, ficaram feridos ontem após parte da estrutura do teatro ruir, informaram autoridades policiais britânicas. Sete pessoas estão em estado grave e os demais não correm risco de vida.

Em meio à alta temporada antes do Natal, o Teatro Apollo estava lotado quando, às 20h15 (18h15 em Brasília), uma parte do teto veio abaixo. Testemunhas contaram que a plateia viveu momentos de pânico. Em poucos minutos, oito equipes de bombeiros começaram os trabalhos no local para resgatar as vítimas e tentar evitar que outras partes da estrutura do teatro cedessem.

Segundo um porta-voz da Polícia Metropolitana de Londres, no momento do acidente havia 720 pessoas no teatro e, pelas informações iniciais, não havia mortos. Os feridos que não estavam em estado grave foram levados de ônibus a um hospital da região.

"No início, pensamos que aquilo fazia parte do show", disse Martin Bostock, que assistia com a família ao musical The Curious Incident Of The Dog In The Night-Time, uma adaptação do livro homônimo do poeta e escritor Mark Haddon. "Então, fui atingido na cabeça", disse Bostock.

Os atores começaram a gritar e a gesticular para as pessoas para que deixassem o local, contou ele.

Testemunhas afirmaram ainda ter escutado um barulho de rachadura antes de parte do teto ceder. Com a queda, que também arrancou peças de iluminação, toda a plateia ficou coberta de poeira.

Amy Lecoz, que estava no teatro com suas filhas de 16 e 19 anos, disse que escapou porque estava sentada sob o mezanino do teatro.

"A cúpula inteira do teto caiu sobre a plateia diante de nós", disse Amy. "Ficamos protegidas, pois estávamos debaixo do mezanino, e saímos correndo. Pensei no início que era água e parte do show. Mas pequei minhas filhas e saí correndo."

Um porta-voz do prefeito de Londres, Boris Johnson, afirmou que ele está em contato com as autoridades que conduziam ontem à noite o resgate.

"O prefeito falou com a Polícia Metropolitana e está estabelecendo canais com as agências envolvidas. Seus pensamentos e preces estão com aqueles envolvidos no que parece ser um grave acidente", afirmou o porta-voz.

Tudo o que sabemos sobre:
Londres

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.