Desafios são muitos e serão enfrentados, diz Obama

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, abordou em seu primeiro discurso os desafios que os americanos enfrentam na economia e na política. Obama falou sobre a crise econômica, terrorismo e os desafios que os EUA enfrentarão. "Hoje eu digo a vocês que os desafios que enfrentamos são reais", disse Obama. "Eles são sérios e são muitos. Eles não serão enfrentados de maneira fácil ou em curto tempo. Mas saibam disso, América - eles serão enfrentados", disse Obama. Obama disse que a crise econômica pede "ação, ousadia e rapidez". À multidão que acompanhava seu discurso, Obama afirmou: "Neste dia, nos reunimos porque escolhemos a esperança em vez do medo, a unidade de propósito em vez do conflito e a discórdia", afirmou."A situação da economia pede ação, rápida e firme, e nós agiremos - não apenas para criar novos empregos, mas para firmar as bases de uma nova fundação para o crescimento". Rebatendo críticas contra o maciço pacote de estímulo econômico que tramita no Congresso, Obama disse que a questão não é se o governo é "muito grande ou pequeno, mas se o governo funciona".Obama disse que os EUA manterão o "legado" dos pais fundadores da nação e mandou uma mensagem aos terroristas: "Nosso espírito não pode ser quebrado e derrotaremos vocês". Ele lembrou que os EUA são uma nação de "cristãos e muçulmanos, judeus, hindus e ateus" e o país terá uma relação de "mútuo respeito" com os países islâmicos. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.