Desaparece golfinho da Marinha dos EUA no Golfo

Defensores italianos dos direitos dos animais denunciaram o desaparecimento do golfinho Tacoma, que desativava minas para a Marinha dos EUA, duas horas após o início de sua primeira primeira missão na guerra. O animal havia sido levado na terça-feira, de helicóptero, até o porto de Umm Qasr, no sul do Iraque.Segundo a Sociedade Amigos dos Animais italiana, o treinador do golfinho, o suboficial Taylor Whitaker, foi visto quando batia palmas e chamava o golfinho pelo nome - mas foi em vão. Tacoma, de 22 anos, apresentado orgulhosamente pela Marinha como o mais valioso e especializado golfinho desativador de minas, desapareceu há 48 horas. Em sua primeira missão ao lado de Makai, outro golfinho treinado, ele deveria inspecionar a área antes da chegada da frota auxiliar."Gostaria de pensar que com este gesto Tacoma tenha querido demonstrar que, mesmo tendo sido adestrado de modo violento e coercitivo, manteve sua índole de independência e liberdade", declarou Ilaria Ferri, da sociedade italiana defensora dos animais. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.