Desarmamento inclui mudança de regime, diz Bush

O presidente norte-americano, George W. Bush, disse que mesmo se o Iraque decidir destruir seus mísseis Al-Samoud 2, isso não será suficiente e os Estados Unidos continuarão pressionando por um completo desarmamento. Além disso, Bush disse que, em sua opinião, o desarmamento também significa que Saddam Hussein deve deixar o poder.O chefe dos inspetores de armas da ONU, Hans Blix, deu ao Iraque até sábado para começar a destruir os mísseis. "A discussão desses foguetes é parte da campanha de enganação (de Saddam Hussein, presidente do Iraque). Você vê, ele vai dizer ´eu não vou destruir os foguetes´ e então ele terá uma mudança de opinião este final de semana, destruindo os foguetes, e vai dizer que se desarmou", disse Bush.O presidente norte-americano disse que a questão real não são os mísseis, argumentando que os mísseis são apenas "a ponta do iceberg" das armas ilegais de Saddam Hussein. "A única questão disponível é o desarmamento total, completo, que ele está se recusando a fazer", acusou Bush.Questionado sobre o fracasso dos EUA em derrubar Saddam depois da Guerra do Golfo de 1991, Bush disse que se livrar de Saddam não fazia parte da missão dos EUA naquele momento. Agora faz, afirmou o presidente."Se nós somos forçados a comprometer nossas tropas por causa de sua falha em se desarmar, a missão será completo desarmamento, que significará mudança de regime, o que não foi a missão em 1991", disse Bush.O presidente norte-americano disse ainda que outra meta da guerra com Iraque será implantar a democracia no país e dar início ao processo de paz entre israelenses e palestinos.Bush defendeu-se da pergunta sobre por que ele estava agora prestando atenção ao conflito entre palestinos e israelenses, dizendo que os EUA vêm promovendo o processo de paz "todos os dias".Muitos países árabes vêm criticando os Estados Unidos por não se esforçarem mais pelo processo de paz no Oriente Médio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.