Desastres ferroviário e rodoviário matam 51 na China

Dois acidentes na China, um ferroviário e outro rodoviário, deixaram 51 pessoas mortas neste domingo e mais de 90 feridas, informou a agência de notícias estatal Xinhua.

AE-AP, Agência Estado

23 Maio 2010 | 16h43

A colisão de um ônibus com um caminhão no nordeste da China matou 32 pessoas e feriu outras 24 nesse domingo. Segundo a Xinhua, o acidente ocorreu numa rodovia em manutenção na Cidade de Fuxin, na província de Liaoning.

De acordo com uma autoridade do departamento de transportes de Liaoning, o caminhão - que pegou fogo após a batida - estava na contramão quando colidiu com o ônibus. As três pessoas dentro do caminhão morreram imediatamente. Entre os passageiros do ônibus, 29 pessoas morreram e as 24 que ficaram feridas foram hospitalizadas. Três delas encontram-se em estado crítico.

A colisão aconteceu por volta das 3h (hora local) de domingo. O ônibus, que partiu de Tianjin, cidade próxima a Pequim, tinha como destino Harbin, a capital da província de Helongjiang, no nordeste da China. As causas do acidente estão sendo investigadas.

Já o desastre ferroviário aconteceu na província de Jiangxi, no leste chinês, quando um trem de passageiros foi atingido por um deslizamento de lama e pedras e descarrilou. O acidente aconteceu numa região montanhosa, às 2h do horário local. Pelo menos 19 pessoas morreram e mais de 70 ficaram feridas, informou a Xinhua.

Os trabalhadores de resgate removeram mais de 8 mil metros cúbicos de lama e rochas que ficaram sobre o caminho de ferro. O governador de Jiangxi, Wu Xinxiong, que foi ao local supervisionar os trabalhos de resgate, disse que uma investigação sobre o acidente foi aberta. O presidente da China, Hu Jintao, pediu às autoridades ferroviárias que reabram a ferrovia o mais rápido possível. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
China acidentes ônibus caminhão trem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.