Descarrilamento de trem no Paquistão mata 56 pessoas

Acidente no sul do país deixa pelo menos 150 feridos; autoridades declaram estado de emergência em hospitais

Efe e Associated Press,

19 de dezembro de 2007 | 04h40

Pelo menos 75 pessoas morreram e mais de 150 ficaram feridas nesta quarta-feira, 19, (noite de terça-feira no Brasil) no descarrilamento de um trem no sul do Paquistão, informou a rede de TV paquistanesa Dawn.   A composição seguia de Karachi a Lahore quando 15 de seus 17 vagões saíram dos trilhos perto de Mehrabpur, 400 quilômetros ao norte do seu ponto de partida. Havia cerca de mil pessoas a bordo.   O acidente aconteceu por volta das 2 horas (19 horas de terça-feira, em Brasília). No trem, muitas pessoas voltavam para casa após a festividade de Eid al-Adha.   Um porta-voz do serviço de ferrovias informou que cinco vagões ficaram completamente destruídos. Sete afundaram num lago que fica junto à ferrovia.   O porta-voz acrescentou que a causa provável do acidente foi o excesso de velocidade. Mas as autoridades ainda estão verificando se não houve um ataque terrorista.   Segundo a fonte, as equipes de socorro resgataram por enquanto 44 corpos e também retiraram cerca de 150 feridos. Mas ele reconheceu que os mortos podem chegar a 100, porque os trabalhos de resgate continuam.   Um membro das equipes de socorro disse à Dawn TV que dezenas de mortos e feridos continuam presos nos vagões acidentados do trem. Alguns dos sobreviventes gritam, pedindo ajuda.   Equipes de polícia, ambulâncias e centenas de voluntários estão no local do acidente colaborando na ajuda, dificultada pela escuridão, pelo nevoeiro e pelo frio.   As autoridades declararam o estado de emergência nos hospitais próximos.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoacidente de trem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.