EFE/ Italian Defence Ministry
EFE/ Italian Defence Ministry

Descoberta de bombas da 2ª Guerra fecha aeroporto em Roma

Juntas, as três bombas pesam 150 quilos e têm cerca de 75 quilos de pólvora

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de fevereiro de 2019 | 17h33

ROMA - O aeroporto de Ciampino, em Roma, muito usado por companhias aéreas de baixo custo como a Ryanair, foi fechado temporariamente nesta quinta-feira, 7, depois da descoberta de três bombas datadas da época da 2ª Guerra, informaram autoridades aeroportuárias da Itália.

Uma equipe antibomba do Exército foi chamada para desativar os explosivos, informou o Ministério da Defesa. As bombas pesam juntas 150 quilos e têm cerca de 75 quilos de pólvora. Elas foram localizadas durante as obras de manutenção da zona onde as aeronaves estacionam.

Autoridades de Roma afirmam que o aeroporto ficaria fechado por três horas, com voos cancelados ou desviados para o principal aeroporto da cidade, o de Fiumicino

O aeroporto de Ciampino é o segundo em importância da capital. Durante 2018, o aeroporto contou com quase 6 milhões de passageiros, frente aos 42 milhões que passaram pelo de Fiumicino, segundo os dados do Aeroporti dei Roma. / AFP e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.