Descoberta ligação entre traficantes latinos e a máfia

A polícia italiana anunciou o desmantelamento de uma organização internacional que vendia cocaína entre países da América do Sul e a Sicília. Segundo o promotor Sergio Barbiera, a organização operava entre Argentina, Brasil e algumas capitais européias como Paris, Londres e Viena, tendo como destino final a província do sul da Itália.A operação foi denominada "Hispano", devido ao nome do hotel de Buenos Aires onde os traficantes se reuniam para planejar suas operações. Segundo Barbiera, a investigação trouxe à tona as relações existentes entre a máfia siciliana e o cartel de Medellín, na Colômbia. De acordo com as investigações, de 2000 a 2002 cerca de 90 quilos de cocaína chegaram, a cada mês, à Sicília.Dois italianos, Salvatore Drago Ferrante, de 44 anos, e Salvatore Napoli, de 36, eram os chefes da organização. Ambos já se encontram detidos por outros delitos e comandavam as operação de dentro da prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.