Descoberta vala comum com corpos de opositores de Saddam

Com pás e com as mãos nuas, iraquianos escavaram uma cova coletiva contendo os restos de dúzias de pessoas que, segundo testemunhas, foram executadas após a revolta xiita de 1991 contra o regime de Saddam Hussein.Fragmentos de relógios, um chinelo azul, roupas ensangüentadas e retalhos de tecido preto foram encontrados no local, 20 km a noroeste de Najaf, uma das cidades sagradas dos muçulmanos xiitas. Cápsulas de balas também foram achadas nas proximidades. O número exato de mortos ainda é desconhecido, mas 25 corpos já foram retirados.O Conselho Supremo para a Revolução Islâmica no Iraque, um grupo xiita, dirige as escavações no local e informou que uma seção especial do cemitério está sendo preparada para receber os corpos dos que estão sendo considerados os ?mártires? de 1991.Dezenas de milhares de pessoas foram mortas depois que a maioria xiita do Iraque se sublevou depois da Guerra do Golfo de 1991. Os xiitas, uma minoria entre os muçulmanos do mundo, são 60% da população iraquiana. Os xiitas iraquianos eram oprimidos pelo regime do Partido Baath, de Saddam Hussein.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.