Descoberto depósito de armas de extremistas judeus

Os serviços secretos israelenses descobriram na colônia de Adei-Ad um depósito de armas e munições utilizadas por membros das Brigadas Ghilad-Shalhevet, um grupo de extremistas judeus ao qual foram atribuídos os atentados nos quais morreram pelo menos oito palestinos. A notícia foi dada pela rádio militar, que afirmou que no esconderijo dos extremistas foram localizados mísseis anti-ataque, metralhadoras, fuzis M-16, lança-granadas e grandes quantidades de munições. A emissora israelense disse que algumas das armas encontradas foram utilizadas em sete atentados que provocaram a morte de oito palestinos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.