Descoberto gene de resistência ao antrax

Um gene identificado em ratos resistente à doença de antrax, provocada pela bactéria Bacillus anthracis, usada em armas químicas, pode ajudar a descobrir uma cura para o mal. Pesquisadores da escola de Medicina de Harvard conseguiram isolar o gene que torna os animais resistentes à bactéria, impedindo que elas ataquem os macrófagos, células importantes do sistema imunológico. No homem, o gene existe e suas variantes são conhecidas. Segundo os cientistas, a descoberta permite chegar a uma maneira de manipular o desenvolvimento da infecção.

Agencia Estado,

02 Outubro 2001 | 10h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.