Descoberto sistema usado por pedófilos na internet

Dezenas de pedófilos britânicos negociaram pornografia infantil utilizando contas de um sistema de pagamentos baseado num mercado de "ouro digital" acreditando que não seriam descobertos. Segundo investigações do jornal "The Times", os pedófilos usaram durante anos um sistema de pagamentos pela internet registrado no paraíso fiscal caribenho de Nevis com o nome de E-Gold. Douglas Jackson, que fundou o sistema em 1996, declarou ao jornal que tinha sido contatado pelo FBI (a polícia federal americana) em janeiro, após a descoberta de dois grupos de pedófilos britânicos que tinham negociado pornografia infantil. Jackson disse que imediatamente colocou à disposição das autoridades americanas as informações sobre as contas de internet solicitadas. "Um criminoso que pensa que suas transações através do E-Gold podem escapar da Justiça comete uma grande estupidez", acrescentou o criador do sistema. Jackson, ex-médico militar, disse que todas as transações entre contas através do sistema de E-Gold ficam registradas. "Ouro digital" O chamado "ouro digital" pode ser comprado em dezenas de sites por meio de cartão de crédito, conta bancária ou uma transferência para o pagamento. Com ele, cria-se uma conta que pode ser utilizada depois como forma de pagamento de bens ou serviços. O E-Gold tem atualmente 3,46 toneladas de ouro em circulação, avaliadas em US$ 65 milhões, informa o "The Times", segundo o qual o número de transações diárias efetuadas por meio deste sistema é de 60 mil, avaliadas em cerca de US$ 10 milhões. A companhia também colabora desde 2004 com organizações britânicas dedicadas a combater o comércio de pornografia infantil.

Agencia Estado,

11 Março 2006 | 11h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.