Desembarque em ilhas agrava disputa entre China e Japão

Vários nacionalistas japoneses desembarcaram neste domingo em uma ilha rochosa no Mar da China Oriental, em meio a uma disputa territorial com Pequim, desencadeando protestos em diversas cidades chinesas e uma reprimenda diplomática da China.

CHRIS MEYERS, Reuters

19 de agosto de 2012 | 12h30

Tóquio e Pequim têm rivalizado há décadas pelo arquipélago conhecido como Senkaku no Japão, e Diaoyu na China, que está próximo a potencialmente imensos campos marítimos de gás.

O Japão, interessado em evitar uma repetição da séria disputa territorial que esfriou os laços econômicos e diplomáticos entre os países em 2010, deportou os ativistas em dias, mas a disputa continua devido às amargas lembranças chinesas da ocupação militar de Tóquio no passado.

Na manhã de domingo, 10 membros do grupo de mais de 100 nacionalistas japoneses que navegaram para as ilhas nadaram até a margem de uma das ilhotas, e acenaram bandeiras japonesas.

Três embarcações da Guarda Costeira japonesa estavam nas proximidades, disse um jornalista de TV da Reuters a bordo de um dos barcos.

(Reportagem adicional de Stanley White em Tóquio, Chris Buckley em Pequim, Tyrone Siu em Shenzhen, James Pomfret em Hong Kong e Sung-won Shim em Seul)

Tudo o que sabemos sobre:
CHINAJAPAODISPUTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.