Desemprego no Japão subiu 4,7 % em abril

Número de desempregados aumentou para 3,09 mi no mês passado, 300 mil a menos que em abril de 2010; dados excluem efeitos do terremoto no início do ano

Efe,

31 de maio de 2011 | 05h04

TÓQUIO - A taxa de desemprego no Japão cresceu 0,1 ponto percentual em abril comparado ao mês anterior e se situou em 4,7%, representando a primeira alta nos últimos seis meses, informou na segunda-feira, 30, o governo japonês.

 

O número de desempregados aumentou para 3,09 milhões no mês passado, 300 mil a menos que em abril de 2010, segundo dados do relatório preliminar apresentado pelo Ministério do Interior.

 

Em abril, cerca de 180 mil pessoas perderam seu emprego por demissão ou por falência, enquanto que 10 mil abandonaram os cargos voluntariamente.

A disponibilidade de empregos caiu para 61 vagas para 100 pessoas que estão procurando trabalho, contra 63 no mês anterior.

 

Os dados, no entanto, excluem os efeitos do desastre no nordeste do país, atingido no início do ano por um tsunami.

 

O desemprego, que no Japão se mantém em níveis muito baixos em comparação a outras economias industrializadas, marcou seu recorde histórico de 5,6 % em julho de 2009.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.