Desemprego nos EUA é o maior desde 1995

A taxa de desemprego nos EUA subiu para 5,8% em dezembro, o maior nível desde abril de 1995, divulgou o Departamento de Trabalho. A taxa cresceu por conta da perda de 124 mil vagas de trabalho em dezembro. Os dados ficaram próximos às expectativas de mercado colhidas pela pesquisa da Dow Jones/CNBC, que apontou para uma queda de 125 mil vagas e aumento da taxa de desemprego para 5,8%. A taxa de desemprego de novembro foi revisada para 5,6%, de uma taxa anteriormente estimada em 5,7%. As vagas criadas têm caído nos últimos cinco meses. Desde o início de março, quando estima-se que a recessão na economia norte-americana começou, quase 1,4 milhão de vagas de trabalho foram perdidas nos EUA. Em novembro, 331 mil vagas foram perdidas. O ganho médio por hora trabalhada subiu US$ 0,07 (0,5%), para US$ 14,61, em dezembro, depois de um crescimento também de 0,5% no mês anterior.

Agencia Estado,

04 Janeiro 2002 | 12h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.