Reprodução/Electronic Arts
Reprodução/Electronic Arts

Desenvolvedora de jogos doa US$ 1 milhão para vítimas de ataque na Flórida

Electronic Arts criou fundo para apoiar as famílias de Taylor Robertson e Elijah Clayton e também os outros afetados em ataque a tiros; empresa planeja transmissão na internet no dia 6 de setembro para homenagear vitimas

O Estado de S.Paulo

30 Agosto 2018 | 16h55

WASHINGTON - A desenvolvedora americana da games Electronic Arts (EA) anunciou a criação de um fundo para apoiar as famílias das vítimas do ataque a tiros que deixou dois mortos durante uma competição de videogame em Jacksonville, na Flórida.

Em uma mensagem publicada me seu site, a empresa informou que fez uma doação inicial de US$ 1 milhão para o fundo - que, em breve, poderá receber contribuição de outras pessoas - e disse que fará uma transmissão na internet no dia 6 de setembro em homenagem às vitimas.

"Primeiro, fizemos uma contribuição de US$ 1 milhão para dar apoio para as famílias das vítimas dos acontecimentos de domingo", diz o anúncio da EA. "As contribuições irão para as famílias de Taylor Robertson, de 27 anos, e Elijah Clayton, de 22 anos, e também para os outros afetados no ataque."

A companhia disse que trabalha ao lado de outros jogadores e membros da comunidade do jogo Madden NFL para tornar possível a homenagem do dia 6. 

"Ouvimos que muitos de vocês querem ajudar as vítimas e mostrar que esse acontecimento terrível não vai nos definir, mas servirá para tornar nossa comunidade mais forte", diz o texto divulgado pela empresa.

Relembre o caso

No domingo, um atirador identificado como David Katz, de 24 anos, morador de Maryland, atacou participantes de um campeonato de videogame matando ao menos 2 pessoas e ferindo 11 antes de se matar em Jacksonville, na Flórida. 

Ninguém sabe ainda o motivo dos tiros. Uma testemunha, no entanto, disse ao Florida Times-Union que Katz abriu fogo depois de ser eliminado da competição, uma classificatória regional - que oferece US$ 25 mil para o vencedor - para uma rodada final em outubro do Madden NFL 19. 

No ano passado, 3 milhões de jogadores participaram das classificatórias do game em todo os Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.