Desertor e Assad estudaram juntos

Manaf Tlass, general que fugiu esta semana pela fronteira entre Síria e Turquia, foi colega de turma do ditador Bashar Assad na academia militar síria. Mas a velha amizade não explica todo o seu poder.

O Estado de S.Paulo

07 de julho de 2012 | 03h04

O clã Tlass é uma das mais influentes famílias sunitas da Síria e o pai do desertor, Mustafa, chefiou por 31 anos o Ministério da Defesa. Sua presença teria sido uma "garantia de continuidade" na transição de Hafez Assad a Bashar.

Tlass e sua mulher agitavam a vida da alta sociedade de Damasco e o general, apreciador de charutos, costumava acompanhar autoridades e jornalistas estrangeiros. Há rumores de que ele foi colocado em prisão domiciliar desde maio de 2011, depois que criticou a repressão de Assad e supostamente tentou dialogar com líderes da oposição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.