Deslizamento de terra deixa sete mortos e 100 desaparecidos no México

Equipes de resgate ainda tentam alcançar sobreviventes presos na lama em Oaxaca

estadão.com.br,

28 de setembro de 2010 | 17h29

Chuvas afetam Oaxaca. Foto: Divulgação/Efe

CIDADE DO MÉXICO - Um deslizamento de terra no Estado de Oaxaca, no México, nesta quarta deixou ao menos sete mortos e 100 desaparecidos, cifra esta que pode chegar a mil, informaram a Defesa Civil e o governador Ulises Ruiz. Cerca 100 casas ficaram soterradas em Santa Maria de Tlahuitoltepec.

"Ainda há muita lama, não conseguimos ver as casas, mas podemos ouvir gente gritando", disse o governador à Televisa. A região vem sofrendo com chuvas há semanas, e foi atingida pelo furacão Karl e pela tempestade tropical Matthew.

 

O deslizamento arrastou casas e carros por uma distância de 400 metros morro abaixo. O deslizamento, ocorrido no bairro Esquipula, ativou um operacional de emergência do qual participam soldados, militares,paramédicos e serviços da Defesa Civil.

Por instruções do presidente mexicano, Felipe Calderón, estão viajando à região o secretário de Governo (Interior), José Francisco Blake, e a diretora de Defesa Civil, Laura Gurza. A Cruz Vermelha mexicana, por sua vez, enviou 35 integrantes da Coordenação Nacional de Socorros, além de três cães adestrados.

A Secretaria de Governo ordenou a ativação do Sistema Nacional de Proteção Civil (Sinaproc) para atender à emergência e já iniciou o transporte dos primeiros elementos do Exército, da Marinha, da Polícia Federal e da Defesa Civil ao local.

Com Efe e AP

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicodeslizamento de terra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.